Honra e Gloria aos que tão novos lá deixaram a vida. Foram pela C.C. S.-Manuel Domingos Silva!C.Caç. -1558- - Antonio Almeida Fernandes- Alberto Freitas - Higino Vieira Cunha-José Vieira Martins - Manuel António Segundo Leão-C.Caç-1559-Antonio Conceição Alves (Cartaxo) -C.Caç-1560-Manuel A. Oliveira Marques- Fernando Silva Fernandes-José Paiva Simões-Carlos Alberto Silva Morais- Luis Antonio A. Ambar!~

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Nova Coimbra-Lunho nos anos 1964 e 1965 CCAV 754

CCAV 754 















BATALHÃO DE CAVALARIA 754

07 Janeiro, 2007
O Jornal "O SETE" Assim diz...
Apelamos a todos os companheiros de todas as companhias para que estejam presentes, bem como também gostaríamos que o maior numero  possível de companheiros das várias companhias estivessem presentes nos almoço que cada companhia venha a organizar.
Somos cada vez menos, pelo que cada vez à mais importante a unidade de todos.

COMPANHIA DE CAVALARIA 754

História da Unidade

A Companhia mobilizada pelo Regimento de Cavalaria 7 - Lisboa - embarcou em Lisboa a 05 de Janeiro de 1965.
Actividades na Região Militar de Moçambique

Chegou a Lourenço Marques em 23 de Janeiro de 1965, tendo seguido para Nacala aí embarcou no comboio e chegou a Vila Cabral a 31 de Janeiro.
No primeiro período a Companhia empenhou-se na instrução de aperfeiçoamento operacional das sub-nidades, no reconhecimento da área de responsabilidade que lhe foi atribuída e no estabelecimento de contactos com as autoridades tradicionais e populações

Logo em 05 de Abril de 1965 a Unidade tem o seu "baptismo de fogo", na região de Sonja, junto ao lago Niassa. A partir daí, a C.Cav.754 desenvolveu uma intensa actividade operacional, traduzida em normadizações, batidas, emboscadas, golpes de mão, patrulhamentos e escoltas a colunas auto.

Ocupou várias bases temporárias, das quais se destacam SONJA, MANIAMBA, NOVA COIMBRA E COBUÉ e tomou parte em muitas operações, quer isoladamente, quer em conjunto com outras Unidades do Exército, quer ainda em coordenação com elementos das Forças Aéreas e Navais.
Salientam-se, pelos resultados obtidos, as seguintes,
Operação--FUZCAV

Operação--NIZA

Operação--VÍBORA

Operação--COBRA

Operação--TILÁPIA

Em consequência de toda essa actividade, foram provocadoras baixas (mortos, feridos e detidos) ao inimigo, destruíram-se as suas bases e locais de refúgio, capturou-se grande quantidade e variedade de material de guerra e recuperaram-se elementos da população refugiadas nas matas.

A par da actividade operacional, construíram-se quartéis improvisados nas diferentes bases e abriu-se a pista de aterragem de Nova Coimbra, sem que para o efeito se dispusessem de qualquer material especial.
Até Setembro de 1965, a C.Cav.754 conheceu quatro Comandantes, mas nem por isso houve quebras de disciplina ou de actividade operacional, o que revelou bem o grau de preparação e de mentalização dos seus componentes.

Até 07 de Fevereiro de 1966, data em que foi transferida para Inhaminga, no Destrito de Manica e Sofala, a Companhia manteve sempre um bom nível de actividade.

O inimigo furtou-se, por sistema, ao contacto com as nossas tropas,utilizando em larga escala minas e armadilhas, algumas das quais provocaram baixas ? nossas tropas e destruição de algumas viaturas.
Uma vez na nova base, destacou-se um pelotão para Marromeu e, mais tarde, um outro para Canixixe. Foi reatada a actividade, caracterizada por frequentes patrulhamentos, com a finalidade de reconhecer o terreno, colher notícias, detectar actividades ou elementos suspeitos e contactar com as autoridades gentílicos e populações, junto das quais exerceu uma conveniente acção psicológica.
Até ao seu regresso ? Metrópole, que teve lugar, no Navio Niassa, em Maio de 1967, manteve-se em Inhaminga, com excepção dum período de cerca de dois meses, em que actuou na Beira integrada na Operação--SACRIPANTA.

1 comentário:

luis Correia(Furr.Braga) disse...

Eu tive a honra de servir, embora tardiamente esta C.Cav.
Eu sou o Furriel Braga, vindo de L.M. que se juntou à C.Cav.754 no Cobué e fui mais tarde destacado para Marromeu,sob o comando do Alferes Pestana.Como vivo em Àfrica hà muitos anos estou "cortado" do convivio desta "malta" que tanta falta me faz.
Agradeço, se alguém me puder dar os endereços do Alferes Pestana,dos furrieis David e Jorge.
Aqui deixo os elementos para me contactar:
Luis Correia
Bangui- Repùblica Centro-Africana
emails: luisbcorreia@sapo.pt
luis_fbb_correia@hotmail.com
"skype" luiscorreia88